Mothern - Manual da Mãe Moderna

Para comprar o livro
Mothern - Manual da Mãe Moderna:
Matrix Editora
Saraiva
Fnac
Siciliano
Submarino

As 500 melhores coisas de ser mãe

Para comprar o livro
As 500 melhores coisas de ser mãe:
Matrix Editora
Saraiva
Siciliano
Submarino

Mothern no GNT
Para assistir ao programa no GNT:

Terceira temporada
Domingo 03:33
Domingo 17:02
Terça 23:31
Quarta 14:00
Quinta 11:00

Leia e deixe seu recado
Leia e deixe o seu recado

Leia Também
Nossa primeira blogada.
Mothern. Vale a pena ser uma?
A Verdade.
Restaurante com crianças: mantendo a finesse.
Tchau, cocô!
Meu blog, meu filho.
Programas de curumim.
Porque contratar uma mothern.
Abomináveis.
O novo pai.
Unha é útil!
Primeiro Quiz Mothern.
Os piores pais.
Susi Foda.
Meu marido e sua performance.
Manual de convivência com amigas motherns.
Manual de convivência com amigos sem filhos.
A saga da escolha de uma escolinha.
Comendo os convidados.
Cabeleireira por um dia.
Marquinho,o sedutor de menores.
A teoria dos inversos proporcionais.
De mudança.
O que são 2 anos, afinal?
Matemática motherna.
No embalo das cólicas.
Chupeta no lixo.
Post-preguiça-descontrol.
Arquitetura motherna I (banheiros públicos).
Arquiteturamotherna II (hotelaria).
Aunião duradoura.
O comercial que não vale um Danoninho.
Laura, versão 3.3.
Boanoite, Cinderella.
O brinquedo abominável.
Mais lenha para a Borralheira.
Técnicas avançadas de alimentação infantil.
A bolsa mothern.
Cólica ou refluxo?
Só no sapatinho.
Tecnologia a (des)serviço da mothern.
A mascote.
Operação brinco.
De começos e outras dores.
Mau-humor é uma merda.
"Diga-me o que ledes..."
Feira motherna.
O Homem-Banguela.
Organizações Mothern.
Nana neném.
Por quê?!
O poder persuasivo do choro.
Serviço de branco.
A arte de enganar crianças.
Manual Mothern de Sobrevivência I - Reunião de pais.
"...é tarde, é tarde, é tarde."
Manual Mothern de Sobrevivência II - Festinha de Aniversário.
Chove,chuva
Voce sabe que está envelhecendo...
Manual Mothern de Sobrevivência III- Viagem de carro.
A mãe de 30.
Poesia para Dedé.
Rosa, a cor suprema.
Não é a mamãe!
A menina de tres.
Síndrome da Proximidade das Férias.
O verão para as grávidas.
Hey, mister DJ!
A comida ambulante.
Babáou escolinha?
Cagada no clube.
Deupositivo. E agora?
SociologiaMotherna
Para entender as mães.
A Fal e os livros.
O segundo filho.
Muito além da Susi.
O dia da posse.
Koan
Truques bizarros para adormecer crianças.
Porque não ver o filme da Xuxa.
Para entender as mães II.
Ligada ou desligada?
Diálogo motherno.
Condicional.
Festa de 1 ano.
O resguardo.
Fimde caso.
Para os 10 anos do menino.
Não-post.
Todos os nomes da coisa.
Ensinando a pedalar.
Recaída.
Um post de carnaval.
Desejo de grávida.
A arte de receber com crianças em casa.
XY.
Manual de convivência com amigos sem blogs.
Diálogos do casamento I.
Paras empre.
Diálogos do casamento II.
Hai Kai da Alice.
Manual de Convivência com Amigos Blogueiros.
A mãe-adolescente.
Pânico I - a mancha.
Drops Kids.
Talk Sex with Flávia Johanson.
Artigos de luxo para a infância do séc. XXI.
Abril.
De quem é o meu peito?
Técnicas de escovação dental infantil.
20 dicas para o Dia das Mães.
A mãe lesada.
Guia de Sobrevivência Mothern IV - Viagens de trem.
Mulheres Admiráveis I.
A mãe criança.
3 dicas rápidas para o banho do seu filho.
O menino nota 10.
Pequenos prazeres femininos I.
E assim se passaram 3 anos.
Flagrante de uma não-mothern.
Chatos convictos.
A menina que vive num musical.
Educação sonora.
Clube da Luta.
Mamãe é uma festa.
Sexta-feira, Clarice e algo mais.
Carta aberta ao presidente da CBF.
Guilherme Augusto Araújo Fernandes.
Dia de sol. Noite sem luz.
Elogio ao não.
As flores do bem.
Na verdade.
Chá de bonecas.
Passou, passou.
Poema da Fal para a Nina.
Ô Cridê!!!
Na feira com a Helô.
It's okay.
Pensando bem.
Primeiro Glossário Mothern.
A mãe superintendente.
Rimando.
Bloody sunday.
No elevador com a Moema.
The Great Fashion Disaster.
Escravizados por um ursinho azul.
A Outra.
O pai que não ajuda.
ARTI ou o Artesanato Reciclado Tosco Infantil.
Viajando sozinho(a).
É possível, sim.
Filha de peixe...
A mulher que se apaixonou pelos peixes.
Tody, o cão emprestado.
Dá pra ser.
Mulheres admiráveis - II.
Viajando com a Zara.
Dicionário Bernardês-Português (por Pedro Vittiello).
A Arca de Laura.
Racionamento.
Manual Mothern de Sobrevivência V – Organização de festas infantis.
O homem de 40.
Não tem comparação.
Eu, não.
Asilo GrandMotherns.
A incrível receita salvadora do Leite de Cereais.
Minha professora Geralda.
A Síndrome do Sapo Cantor.
TPM ou Como aproveitar um dia de fúria.
Não estamos grávidas.
Coca-cola é isso aí.
Economia motherna I – Produtos genéricos.
Os shows da vida.
Unplug and play.
Carol é vítima da moda dos outros.
A criança indobrável.
Manual de sobrevivência Mothern VI – Férias escolares.
Disney, sempre assim.
Estive na Bahia e antes não tivesse me lembrado de você.
Pequena advertência Mothern.
Então é Natal.
Matrioshka.
Fim de ano na moita.
Tomé, quem?!
Má-mãe ou A culpa também é uma merda.
Alê e o brinquedo de castigo.


Escreva sua opinião, comentário, sugestão etc.

motherns@hotmail.com


Outros Blogs
alice
afrodite
ask the dust
a teus pés
bloggete
blowg
brazileira preta
colega
copy & paste
daniel galera
daniel pellizzari
delicias cremosas
drops da fal
enigmatic mermaid
el latin lover
fel
fezoca's blurbs
gente
full giu
heranças
historias, estorias e afins
interney
internetc.
kaleidoscopio
lado b
lets blogar
luisa
malgardee
mario av
marketing hacker
moshi moshi
mosteiro virtual
mui gats
mulherzinha
mundoperfeito
nadas
oba fofia
o relicário
plenamente
rendição
síntesedas antíteses
speed log
sub rosa
the obvious?
wumanity
zamorim
zel


Alguns Sites
02 neuronio
adbusters
baderna
clube do bebe
corre cotia
palavra cantada
tpm


Jabá dos Maridos
Ki-Aikidô
Massive Reggae


Foto das Motherns
Márcia Charnizon


Blog Design
Laura Guimarães


Programação
Giuliana Xavier


Arquivos


ATOM FEED



This page is powered by Blogger.
 

28.10.03:::
 

Juju, minha amiga de fé, blog-sócia e aniversariante, recebi essa encomenda pra você:

Ju,
O aniversário é seu, mas o presente é nosso! Obrigada pela criatividade e generosidade, por compartilhar sua vida conosco e por permitir que compartilhemos as nossas com você.
Seja feliz, você merece.
Beijo,
Monix

Ju,
Espero que nesse novo ciclo que se inicia seu brilho fique cada vez mais intenso, para iluminar a todos nós. Muitas felicidades e paz interior.
Beijos, Samanta.

Ju-mãe-moderna-mulher-superior:
Parabéns, lindona !!!
:::Fernanda:::

Ju,
Parabéns!!!
Te desejo muita felicidade, saúde e amor.
E mais uma vez obrigada pelo Mothern!
Beijos,
LuCap

Ju, você foi o MAIOR presente que a família Matos Ruckert ganhou ano passado! Espero ficar velhinha ao seu lado, aprontando todas no asilo grandmothern!!
Parabéns, amamos você! Patty, Bruninho & Rodrigo.

Um ano mais velha?? Não, um ano mais experiente!! Felicidades!!
Pati do fim do mundo!!

Ju, super beijos pelo niver e continue assim... linda e multifacetada, ok?
Beijos
Nina

Feliz Aniversário!!!
Feliz Ano Novo!!!
Tudo, tudo, tudo de bom pra você, querida.
Beijinhos, Beijinhos
Petita

Ju, querida,
Quando entrei neste blog pela primeira vez e cismei que seu nome era Laura, não podia imaginar que tinha encontrado uma "irmã em armas". Nem que a gente tivesse feito aqueles juramentos de sangue medievais eu ia me sentir mais próxima de você. Você é a irmã que eu pedi e Papai do Céu me deu.
Beijão,
Mani

"Ser livre é viver a idade que sente o nosso querer"
(Leila Mícolis)
Ju, desejo toda felicidade a você, que é um ser extraordinariamente especial!
Fabiana

Feliz aniversário, envelheço na cidade...
Ângela

Ju, todos os vivas pra vc que junto à Laura criou essa trupe maravilhosa de motherns bacanas e faz a gente feliz, todos os dias.
Parabéns e muitas beijos da Fefê e do Ike.

Parabéns! Você merece tudo de bom, uma família deliciosa, um blog maravilhoso, amigos em volta e muitas conquistas ainda por vir! Obrigada por nos proporcionar este espaço onde a gente ri e chora.
Beijos,
Flávia SP

Ei, Ju! (para exercitar o mineirês que tenho aprendido nesses anos de Mothern ;)
Tuuuuuuuudo de bom pra você!
beijo
Dani do K

E me pegaram de surpresa pra falar da Ju... Dá pra dizer que muitas muitas vezes ela me tranquilizou e até deu colo nas primeiras gripes e febres da Bibi. E também me fez rir "horrores" com posts magavilhosos no mothern... que virou minha casa na internet. E hoje é aniversário dela e nós aqui de casa mandamos montes de beijos, montes de abraços, de carinhos e desejos de tuuuuuudo de ótemo! Porque você é tudo de bom!
Naty, Du e Bibi

Ju: Jubilo-me e rejubilo-me por ser sua amiga virtual nesse momento especial! Parabéns!
Adri Penna

Ju, querida:
Saúde e Sorte - sempre!!!!
Helena Costa

Ju:
Nós, que a amamos tanto.
Nós, que aprendemos com você todos os dias.
Nós, que rimos das suas graças e nos afligimos com sua dores.
Nós, que a cada dia, temos um olhar novo para a vida, graças a você.
Nós, que "sopramos beijocas e abracinhos" em sua direção.
Nós, que achamos você tão linda.
Nós, cujo primeiro pensamento na hora da atribulação é: "o que a Ju faria?".
Nós, cujo primeiro pensamento na hora da fortuna (são raros) é: "precisamos contar para a Ju".
Nós que nunca imaginamos que Belo Horizonte fosse tão perto.
Nós, que nunca imaginamos que Belo Horizonte fosse tão longe.
Nós, que a amamos tanto.
Seja feliz.
Beijos
Fabia e Alexandre.

Ju,
não sabe como me sinto feliz de ter navegado até o Mothern e lá encontrado pessoas tão legais e interessantes quanto você e a Lau, e tantas outras que através de vocês se tornaram minhas amigas, virtuais ou reais.
Melhor ainda, foi conhecer você e sua linda família. Você vai ser sempre a minha "idala", eu quero ser assim... como você, quando eu crescer.... (hehehe).
Seja sempre feliz, mothern, amiga, inteligente, alegre, alto astral...
Feliz aniversário,
Ana Paula.




1:12 PM

 

33 anos de vida e nada a reclamar.
Acho que aquela menininha assustadiça que eu fui ficaria realmente impressionada se mostrassem um filminho de como ela estaria em 2003.
Não posso dizer que sou grande coisa, mas, olha, se vocês vissem como eu era, o mundinho que me cercava, também achariam que até que eu tenho me saído muito bem, obrigada.
Então vamos comemorar?
A festa é aqui, entre e fique à vontade.
Tim tim!

: : Ju : :


8:59 AM

25.10.03:::
 

Como aproveitar um dia de fúria.



Já disseram que TPM são os dias em que a mulher faz o que todo homem faz no mês inteiro. Não concordo muito com isso. Talvez apenas no aspecto belicoso. Se fosse assim, homens ficariam ansiosos, chorariam e questionariam seus relacionamentos o mês inteiro. Isso seria insuportável para eles. Aliás, para qualquer pessoa.

Acredito mais no que falou minha terapeuta um dia, quando eu lhe disse que estava chateada, mas que devia ser por causa da TPM: "Olha, é que, na TPM, as coisas que normalmente nos incomodam, começam a incomodar mais." Aí você fica aborrecida. Choraminga no interurbano com uma amiga paciente, reclama na orelha da amiga-sócia, sente falta da amiga que casou e não sai mais, aluga o marido, briga com as filhas, perde a paciência com os alunos.

Mas você pode, além de pedir desculpas 'as pessoas pela chatice, aprender a tomar consciência das coisas que mais te aborrecem na época do inferno mensal. Assim, você, no seu perfeito juízo, pode conversar com as pessoas e tomar as suas providências no resto do mês. E não ficar simplesmente enlouquecida e irritada como se tivessem colocado um bode dentro da sua casa na TPM. Porque, quando o sangue desce, o bode até vai embora. Mas, se você se esquecer dele e não resolver suas pendengas, ele volta igualzinho, no mês que vem.

: : Laura : :


8:41 PM

24.10.03:::
 

Réquiem para uma brazileira.

Uma brazileira preta, apesar da pele clara. Uma brazileira do mundo, que não cabe em rótulos geográficos como este. Uma brazileira sem medo de pôr a alma, as vísceras, o útero na roda. Uma brazileira de fino trato com os gatos e as palavras. Uma brazileira pirada e inspirada. Uma brazileira bitchnik, punk, pauleira. Brazileira mulherzinha, mas com colhões. Uma brazileira menina quase, moleca, mulher e mãe. Uma brazileira que vem e que passa, em Ipanema, POA, Sampa, London, mas que nunca pára. Brazileira que vai deixar saudade.

Mas, como ela mesma diz, não tem nada, não: em breve nos reencontramos numa prateleira, numa banca, numa estante, numa URL qualquer. E tenho certeza que, de novo, vai ser muito bom.

Boa sorte, querida.

: : Ju : :


2:29 PM

 

A Branca de Neve, segundo Paula Rego:



Eu amo tanto essa mulher, que não tenho palavras.
(Mas precisa?!)

PS: Vai ! Eu sei que cai numa página feinha, mas é só um merchandising de abertura. Clica aí no "enter" e reserve um tempinho pra passear com calma, pra explorar cada cantinho. Juro que você não vai se arrepender.

Update: mais um motivo para vocês visitarem o site. Descobri que a imagem só aparece para quem entra lá! :-)

: : Ju : :


1:03 PM

 

Você conhece pessoas do século passado?

: : Ju : :


9:34 AM

22.10.03:::
 

A Síndrome do Sapo Cantor



Sabe o Chuck Jones? É o cara que criou o Papa-léguas e vários outros personagens da nossa infância. Um dos mais divertidos é o Michigan J. Frog, ou o Sapo Cantor. Ele cantava e dançava para o sujeito, mas, quando era levado para um empresário, murchava e coaxava. Era sair da presença da pessoa e o show recomeçar.

Pois é. Isso pode acontecer com qualquer mãe. Aconteceu comigo. Você tem uma criancinha que é uma fofura mas que dá um trabalho danado. Pode ser que ele seja daqueles agitados, ou daquelas meninas que não dormem, ou daqueles que teimam em não comer ou simplesmente um desses espécimes que choram muito. As pessoas perguntam como você vai, você diz que tudo bem, mas que tá cansada, que a fulaninha é meio difícil.

Aí um dia você encontra a pessoa, talvez uma amiga, ou o pediatra, ou - pior - a sua sogra ou a sua mãe. Como que por encanto, a criança fica boa: quietinha, sorridente, educadíssima. O que fazer nesses casos?

. perceber que seu filho, mesmo bebê, está entediado com a casa e a vidinha que leva com você. Ele precisa passear, se distrair, ver outras coisas, cair no mundo.
. tirar uma foto para provar aos seus amigos que não, você não é mentirosa.
. pensar se você está realmente dando atenção para a criança ou apenas executando funções.
. beliscar a criança para fazê-la chorar na frente dos outros. (Não, você não vai fazer isso).
. se você for muito corajosa, deixar a criança passar algumas horas na casa da pessoa que disse que ele era um anjo.
Ou simplesmente
. entender que ele tem a Síndrome do Sapo Cantor e parar de reclamar. Mãe que vive reclamando do filho é uma das coisas mais chatas do mundo.

: : Laura : :


3:14 PM

21.10.03:::
 

Enquanto o seu lobo não vem, aliás, enquanto não vem um post nosso, vai esse Desvario de Patrícia:

No domingo Gabriela foi pela segunda vez ao teatro. A peça: João e Maria.
Comportou-se muito bem, prestou atenção todo o tempo e gostou (é claro) da
bruxa. Mas no final, quando fecharam-se as cortinas, inquietou-se:
_Adê o ôbo?
Afilhada de madrinha, já caiu de encantos pelo lobo. Só espero que não seja
repetitiva como eu e passe a vida a buscá-lo ou ser por ele buscada, vendo
em sua natureza amoral o FASCÍNIO VITAL.

(Que isso de fascínio é muito árduo, viu, Gabriela?! Lindo. Mas árduo.)


: : Laura : :


2:07 PM

19.10.03:::
 

Mais uma:
de 8 a 11 de novembro acontece em Cuiabá o VIII ENAM - Encontro Nacional de Aleitamento Materno. E o pessoal da Rede Via Láctea pede ajuda.

: : Laura : :


8:07 PM

18.10.03:::
 

Para quem mora em São Paulo:

a Evelyn está com o Projeto Conversando sobre Crianças, que acontece todos os sábados das 10:30 às 12:30. Rua Pedroso Alvarenga, 379, piso superior, no Itaim Bibi.

Promoção Mothern: desconto de 50% para leitoras(es) deste blog.

: : Laura : :


4:45 PM

 

_E aí, o que vocês fizeram na casa da vovó?
_A gente brincou e viu Save-Ums.
_E é legal?
_É, sim.
_O que são os Save-Ums?
_Ah, são uns bichinhos, meio crianças, meio monstrinhos esquisitos. É desenho animado, né, mãe, tem que respeitar...

: : Laura : :


4:41 PM

16.10.03:::
 

Enquete mothern.

Você tem tatuagem?

a. Sim. E estou pensando na próxima.
b. Sim, mas agora sou uma mulher séria e quero tirar.
c. Não, mas quero fazer.
d. Não, acho horrível.
e. Não, acho que o diferente e moderno é ter uma pele virgem.
f. Não. De definitivo na minha vida, já bastam os filhos.

Responda aqui.

: : Laura : :


9:45 PM

 

Para quem se interessa por educação e pedagogia (o que inclui automaticamente todo mundo que tem filho), uma descoberta genial da Silvia:

Derrubaram os últimos jardins para construir prédios.

Num momento em que a escola que nós escolhemos pra Alice está acabando, e junto com ela um projeto de educação sonhado em conjunto por tantos pais, é bom encontrar textos assim, que nos animam a continuar sonhando.

: : Ju : :



3:24 PM

 

Momento Mosteiro Virtual

Quem mora em BH e se interessa por Zen Budismo pode conhecer e praticar um pouco de Zazen com o monge Yu Ho Ryo Kei (Napoleão), neste sábado, 18/10, às 19h, na Sociedade de Ki de Belo Horizonte, av. Barbacena, 33, 3º andar, no Barro Preto. O ingresso é 1 kg de alimento não perecível.

(O cartaz do evento, também criação do Ed, está aqui.)

: : Ju : :


10:03 AM

15.10.03:::
 

Sabe quando o filho cresce e fica maior que os pais?

: : Laura : :


3:02 PM

14.10.03:::
 

Acabei de ver num Ford Ka:

AUTO ESCOLA VELOTROL

É. Faz sentido.

: : Ju : :


9:19 AM

13.10.03:::
 

Matemática Motherna II

1 segunda-feira chuvosa
+
1 recesso escolar
+
1 empregada que falta e manda a filha E a neta de 5 anos no lugar
+
1 logomarca para terminar antes das 7
+
2 filhas carinhosas, briguentas e cheias de energia
=
1 mothern pensando seriamente em procurar 1 emprego de horário integral.

: : Laura : :


5:29 PM

 

_Gabriela, por que você fez isso?
_Porque a Nina falou que eu sou chata, com a própria irmã.

: : Laura : :


5:21 PM

12.10.03:::
 

Saco. Mais uma vilã de novela com meu nome.

: : Laura : :


9:13 PM

10.10.03:::
 

Outro dia eu vi a Geralda. Lembra da Geralda, mãe? Ela mudou muito pouco.
Era minha professora na quarta série. Uma mulher baixinha, inteligente e brava, de olhos muito vivos e azuis. Azul também, turquesa, era o fusquinha que ela dirigia. Me dava aula de matemática e ciências. Eu era boa aluna, e não era difícil aprender o que ela ensinava. Acho que ela foi professora dos meus irmãos também. Já não era nova, tinha os cabelos bem grisalhos. O cabelo da Geralda agora é rosado. Não sei porque as velhinhas têm cabelos rosas, azuis e lilases. Acho bonitinho isso.
No meio da rotina, buscando as meninas na escola, adorei ver a Geralda ali, na rua, perto da minha casa. Me deu vontade de parar, perguntar se ela se lembrava de mim e apresentar Nina e Gabriela. Mas foi rápido, e eu tava de carro.
Depois fiquei pensando em professores. Geralda, Edson, Marly, Solange, Luís Carlos, Lucília, Paulo Bernardo, Teo, Marcelo, Moacyr. Olha: eu tive muita sorte.

: : Laura : :


8:43 AM

8.10.03:::
 

Já que eu acabei de fazer um post sobre alimentação infantil, e acabamos de passar pela Semana Mundial do Aleitamento Materno, não custa repetir, sempre:

AMAMENTAR NO PEITO É O QUE HÁ!

(o)(o)

: : Ju : :


2:25 AM

 

Mamãe, Eu Quero!

Sabe aquela fase da vida do bebê em que você tem que começar a inserir novos alimentos além do seu leite? Ou porque vai voltar a trabalhar e não tá conseguindo tirar um volume suficiente do peito para deixar quando estiver fora, ou porque chegou a hora mesmo de ele pôr a boca no mundo e descobrir outras coisas.

Como muita gente passa pelos mesmos apertos que eu passei - com a licença acabando, o peito quase secando de tanto nervosismo, o bebê chorando de fome e estranhando outros leites, você com medo do de soja ser transgênico e sem vontade nenhuma de entregar os pontos pra Nestlé ou outras opções industrializadas - quero compartilhar aqui a incrível receita salvadora do Leite de Cereais, uma opção naturebérrima e supernutritiva, que pode ser para você o mesmo que foi para mim: o milagre da solução dos seus problemas!

A receita tem duas versões, parecidas, mas um pouco diferentes. Eu vou explicar as duas, pra você entender a lógica e criar a sua própria (porque a magia da culinária está na alteradinha que você dá pro negócio ficar do seu jeito).

Versão Sônia Hirsh:

Foi através do "Mamãe, Eu Quero" que eu tive o primeiro contato com o Leite de Cereais. Como ela escreve lindo, lindo, vou copiar aqui o trecho que fala deste alimento:

"Seu bebê mamou no seio pelo menos de 6 meses a 1 ano de idade? Ótimo. Agora é passá-lo suavemente para o seio da mãe natureza, assim seu desenvolvimento será harmonioso e garantido. (...) Aí você pode experimentar o leite de grãos integrais, que é uma comidinha bem completa. Faz-se em casa com a maior facilidade, assim:

4 colheres de arroz integral
2 colheres de arroz moti ou aveia em grão
1/2 colher de trigo ou cevada
1/2 colher de feijão azuki ou lentilha
1/2 colher de gergelim claro
4 partes de água para 1 de sólidos

Cozinhe em fogo bem baixo, durante três horas, com a panela tampada e de preferência grossa, de ferro então nem se fala: o leite levará consigo partículas de ferro para enriquecer o sangue. Mexa de vez em quando para não grudar no fundo. E nadica de sal, que o sal contrai e atrapalha o crescimento do bebê.

Pronto? Na superfície ficou a parte mais rala, que chamamos de leite. No fundo ficaram os grãos, bem molinhos: é a papa. Passando a papa na peneira, parece petisco dos deuses: é o creme. O bagaço você aproveita para fazer pão, sopa ou bolinhos.

Com o bebê de seis meses você começa usando o leite com um pouquinho do creme e uns pedaços de cenoura e chuchu, bem cozidos e peneirados. E nada de mamadeira, vá dando de colherinha, para a coisa ter ar de novidade e veja como ele já reage com movimentos de mastigar (...) E não se esqueça da sobremesa: o seu peito, é claro, que afinal é aos poucos que se desmama um bebê!"


Versão dos chefs Juju e Ed

Sua filha tá se esgoelando e você não sabe mais o que fazer? Péssimo. Agora que o seu seio tá mais vazio que lata de cerveja em fim de festa, vamos ver se do seio da mãe natureza vem uma força. Aí o jeito é tentar a tal receita da Sônia, que pelo menos parece bem completa. Faz-se em casa (claro! Imagine se algum delivery ia encarar esse trabalho do cão!), mas o resultado realmente compensa:

Um punhado bom de arroz cateto integral (tipo uma mão cheia).
Um punhadinho menor de todos os outros cereais integrais que você tiver em casa ou encontrar pra comprar, entre os seguintes: arroz moti (se você conseguir descobrir o que é isso, o que não foi o nosso caso), trigo em grão, cevada, aveia em flocos (é a que tem), gergelim claro, feijão azuki ou lentilha (só de vez em quando, e se o bebê não tiver muitos gases).
2 ou 3 ameixas secas (o que, modéstia à parte, é o grande toque de gênio desta versão, e servem tanto para dar um gostinho bem melhor à coisa como para ajudar a combater a prisão de ventre do bebê).
Água na panela cobrindo tudo.

Cozinhe em fogo baixo, durante muito, muito, muito tempo, com a panela fechada. Não use panelas de alumínio ou T-fal de jeito nenhum, que dizem que essas coisas soltam resíduos malignos e, mesmo se você tiver dúvidas, não vai querer que o seu bebêzinho seja a cobaia. Como dificilmente você vai ter em casa uma panela de ferro, use as de vidro ou inox. Mexa de vez em quando, e de vez em quando também acrescente um pouquinho de água (nessa hora você descobre o quanto vale um marido que realmente põe a mão na massa!). Como você não vai resistir mesmo, ponha uma pitadica minúscula de sal marinho iodado, e umas 2 ou 3 gotas de óleo de girassol, just in case.

Pronto? A coisa tá uma gororoba mais ou menos homogênea, com o caldo grossinho e os cereais já bem dissolvidos? É essa papa que chamamos de Leite de Cereais. Passe na peneira, até conseguir um volume que você precisa, volte o que sobrou pra panela e guarde na geladeira, porque das próximas 2 ou 3 vezes você só precisa acrescentar água e deixar ferver mais um pouco, antes de repetir esse procedimento. O bagaço? O bagaço agora é você, após passar o maior tempo da sua vida na cozinha.

Com o bebê já chorando, você começa colocando a receita salvadora numa mamadeira NUK (porque com a fome que o bebê está, dificilmente vai ter paciência para a colherinha). Sirva de levemente morno para frio (que isso também toda mothern aprende logo: criança acostumada com coisa quente = adulto escravizado na cozinha de madrugada). Se estiver muito grosso, misture um pouquinho de água filtrada, na mamadeira mesmo, e dê uma boa sacodida. E não se esqueça do gran finale, que vai fazer valer a pena cada segundo gasto: sua filha A-DO-RAN-DO*, tomando tudo e querendo mais - o que significa que seus problemas acabaram e você vai ficar tão tranqüila com isso que seu leite até vai voltar!!!!!

: : Ju : :

*Importante: evite experimentar na frente da criança para ela não ver sua careta. E não seja careta você de achar que o paladar do seu bebê é igual ao seu, há anos viciado em porcaria. Tsc, tsc, tsc. Se você não ficar agourando, nem fazendo comentários sobre o que achou do gosto, nem cara de "argh" na frente da criança, seu bebê vai saber apreciar a suavidade do sabor das coisas que realmente fazem bem. Acredite e aproveite!


1:55 AM

7.10.03:::
 

Futurologia.

Outro dia o Ed falou que quando envelhecer ele vai pro mosteiro zen de vez.

Mas, quando revelou os planos que tinha pra mim, eu não achei a idéia nada má: segundo ele, na mesma época eu e Laura poderíamos montar o Asilo GrandMotherns, especial para "velhinhas bloguentas" (sic. Hahahaha!), um local cor-de-rosa, bem féshion, com banda larga em todos os quartos e hospedagem de netos nos finais de semana, pra nossos rebentos poderem cair na balada sem problemas.

Gostei tanto, que acho que vou começar a arrecadar adesões. Quem topa?
;-)

: : Ju : :


5:44 PM

 

hoje na rua uma senhora disse-me: só quando os temos é que percebemos não é?.
é sim senhora.


Colhido na ervilha cor de rosa, um blog doce feito pastel de Belém.

Não me lembro se já linkei, mas é aqui que motherns e fatherns portugueses se encontram.

: : Laura : :


3:11 PM

 

Junkie Birthday



Para quem achou nossas dicas para festas de aniversário infantil muito certinhas, não perca o impagável post da Dani:

Como transformar a festinha de aniversário do seu filho num pesadelo.

Uahahahaha! Divirta-se à vontade.
(Mas se for fazer uma dessas, não me convide, por favor.)

: : Ju : :


2:09 PM

6.10.03:::
 

Eu, não.

Eu não casei na igreja
Eu não fiz primeira comunhão
Eu não batizei minhas filhas
Eu não sou lá muito benta
Eu não uso aliança
Eu não acho que meu homem deva usar
Eu não queria trabalhar depois da licença-maternidade
Eu não chorei quando minhas meninas foram para a escola
Eu não pinto o cabelo
Eu quase nunca saio sem batom
Eu não gosto que lixem minhas unhas do pé
Eu não gosto de televisão
Eu não sou alta
Eu não sou loura
Eu não sou feia
Eu não fico sem cinema
Eu não tenho mais vinte anos
Eu não tenho mais trinta anos
Eu não tenho vergonha de dançar Beat It
Eu não tive parto normal
Eu não sofri por causa disso
Eu não sei cozinhar
Eu não tenho orgulho disso
Eu não sei ficar ?a toa
Eu não sou um exemplo
Eu não sou só designer
Eu não sou só professora
Eu não gosto de me definir
Eu não sei assoviar
Eu não canto tão bem quanto queria
Eu não sou muito romântica
Eu não acredito em almas gêmeas ou caras metades
Eu não aprendo certas coisas
Eu não sei o plural dos compostos
Eu não sei fazer carão
Eu não faço planos a longo prazo
Eu não sei mentir direito
Eu não ronco, mas o Leo diz que sim
Eu não moro perto do mar

E eu não agüento ficar longe daqui!

: : Laura : :


5:28 PM

3.10.03:::
 

Ritmo... é ritmo de festa...

Amanhã, sábado, 04/10, tem Encontro Mothern em BH, por um motivo mais do que justo:



Vamos todos fazer uma prévia no Café com Letras da Savassi, a partir de 20h30, 21h, e depois nos jogar de com-força na Up!
A idéia é reunir todo mundo, pra gente bater o quórum das cariocas. Elas se divertiram tanto que já andam combinando o ENMOCA 1 e 1/2.
;-)

: : Ju : :


6:53 PM

1.10.03:::
 

O post que estava aqui em breve estará no livro Mothern - Manual da Mãe Moderna.


12:50 AM