Mothern - Manual da Mãe Moderna

Para comprar o livro
Mothern - Manual da Mãe Moderna:
Matrix Editora
Saraiva
Fnac
Siciliano
Submarino

As 500 melhores coisas de ser mãe

Para comprar o livro
As 500 melhores coisas de ser mãe:
Matrix Editora
Saraiva
Siciliano
Submarino

Mothern no GNT
Para assistir ao programa no GNT:

Terceira temporada
Domingo 03:33
Domingo 17:02
Terça 23:31
Quarta 14:00
Quinta 11:00

Leia e deixe seu recado
Leia e deixe o seu recado

Leia Também
Nossa primeira blogada.
Mothern. Vale a pena ser uma?
A Verdade.
Restaurante com crianças: mantendo a finesse.
Tchau, cocô!
Meu blog, meu filho.
Programas de curumim.
Porque contratar uma mothern.
Abomináveis.
O novo pai.
Unha é útil!
Primeiro Quiz Mothern.
Os piores pais.
Susi Foda.
Meu marido e sua performance.
Manual de convivência com amigas motherns.
Manual de convivência com amigos sem filhos.
A saga da escolha de uma escolinha.
Comendo os convidados.
Cabeleireira por um dia.
Marquinho,o sedutor de menores.
A teoria dos inversos proporcionais.
De mudança.
O que são 2 anos, afinal?
Matemática motherna.
No embalo das cólicas.
Chupeta no lixo.
Post-preguiça-descontrol.
Arquitetura motherna I (banheiros públicos).
Arquiteturamotherna II (hotelaria).
Aunião duradoura.
O comercial que não vale um Danoninho.
Laura, versão 3.3.
Boanoite, Cinderella.
O brinquedo abominável.
Mais lenha para a Borralheira.
Técnicas avançadas de alimentação infantil.
A bolsa mothern.
Cólica ou refluxo?
Só no sapatinho.
Tecnologia a (des)serviço da mothern.
A mascote.
Operação brinco.
De começos e outras dores.
Mau-humor é uma merda.
"Diga-me o que ledes..."
Feira motherna.
O Homem-Banguela.
Organizações Mothern.
Nana neném.
Por quê?!
O poder persuasivo do choro.
Serviço de branco.
A arte de enganar crianças.
Manual Mothern de Sobrevivência I - Reunião de pais.
"...é tarde, é tarde, é tarde."
Manual Mothern de Sobrevivência II - Festinha de Aniversário.
Chove,chuva
Voce sabe que está envelhecendo...
Manual Mothern de Sobrevivência III- Viagem de carro.
A mãe de 30.
Poesia para Dedé.
Rosa, a cor suprema.
Não é a mamãe!
A menina de tres.
Síndrome da Proximidade das Férias.
O verão para as grávidas.
Hey, mister DJ!
A comida ambulante.
Babáou escolinha?
Cagada no clube.
Deupositivo. E agora?
SociologiaMotherna
Para entender as mães.
A Fal e os livros.
O segundo filho.
Muito além da Susi.
O dia da posse.
Koan
Truques bizarros para adormecer crianças.
Porque não ver o filme da Xuxa.
Para entender as mães II.
Ligada ou desligada?
Diálogo motherno.
Condicional.
Festa de 1 ano.
O resguardo.
Fimde caso.
Para os 10 anos do menino.
Não-post.
Todos os nomes da coisa.
Ensinando a pedalar.
Recaída.
Um post de carnaval.
Desejo de grávida.
A arte de receber com crianças em casa.
XY.
Manual de convivência com amigos sem blogs.
Diálogos do casamento I.
Paras empre.
Diálogos do casamento II.
Hai Kai da Alice.
Manual de Convivência com Amigos Blogueiros.
A mãe-adolescente.
Pânico I - a mancha.
Drops Kids.
Talk Sex with Flávia Johanson.
Artigos de luxo para a infância do séc. XXI.
Abril.
De quem é o meu peito?
Técnicas de escovação dental infantil.
20 dicas para o Dia das Mães.
A mãe lesada.
Guia de Sobrevivência Mothern IV - Viagens de trem.
Mulheres Admiráveis I.
A mãe criança.
3 dicas rápidas para o banho do seu filho.
O menino nota 10.
Pequenos prazeres femininos I.
E assim se passaram 3 anos.
Flagrante de uma não-mothern.
Chatos convictos.
A menina que vive num musical.
Educação sonora.
Clube da Luta.
Mamãe é uma festa.
Sexta-feira, Clarice e algo mais.
Carta aberta ao presidente da CBF.
Guilherme Augusto Araújo Fernandes.
Dia de sol. Noite sem luz.
Elogio ao não.
As flores do bem.
Na verdade.
Chá de bonecas.
Passou, passou.
Poema da Fal para a Nina.
Ô Cridê!!!
Na feira com a Helô.
It's okay.
Pensando bem.
Primeiro Glossário Mothern.
A mãe superintendente.
Rimando.
Bloody sunday.
No elevador com a Moema.
The Great Fashion Disaster.
Escravizados por um ursinho azul.
A Outra.
O pai que não ajuda.
ARTI ou o Artesanato Reciclado Tosco Infantil.
Viajando sozinho(a).
É possível, sim.
Filha de peixe...
A mulher que se apaixonou pelos peixes.
Tody, o cão emprestado.
Dá pra ser.
Mulheres admiráveis - II.
Viajando com a Zara.
Dicionário Bernardês-Português (por Pedro Vittiello).
A Arca de Laura.
Racionamento.
Manual Mothern de Sobrevivência V – Organização de festas infantis.
O homem de 40.
Não tem comparação.
Eu, não.
Asilo GrandMotherns.
A incrível receita salvadora do Leite de Cereais.
Minha professora Geralda.
A Síndrome do Sapo Cantor.
TPM ou Como aproveitar um dia de fúria.
Não estamos grávidas.
Coca-cola é isso aí.
Economia motherna I – Produtos genéricos.
Os shows da vida.
Unplug and play.
Carol é vítima da moda dos outros.
A criança indobrável.
Manual de sobrevivência Mothern VI – Férias escolares.
Disney, sempre assim.
Estive na Bahia e antes não tivesse me lembrado de você.
Pequena advertência Mothern.
Então é Natal.
Matrioshka.
Fim de ano na moita.
Tomé, quem?!
Má-mãe ou A culpa também é uma merda.
Alê e o brinquedo de castigo.


Escreva sua opinião, comentário, sugestão etc.

motherns@hotmail.com


Outros Blogs
alice
afrodite
ask the dust
a teus pés
bloggete
blowg
brazileira preta
colega
copy & paste
daniel galera
daniel pellizzari
delicias cremosas
drops da fal
enigmatic mermaid
el latin lover
fel
fezoca's blurbs
gente
full giu
heranças
historias, estorias e afins
interney
internetc.
kaleidoscopio
lado b
lets blogar
luisa
malgardee
mario av
marketing hacker
moshi moshi
mosteiro virtual
mui gats
mulherzinha
mundoperfeito
nadas
oba fofia
o relicário
plenamente
rendição
síntesedas antíteses
speed log
sub rosa
the obvious?
wumanity
zamorim
zel


Alguns Sites
02 neuronio
adbusters
baderna
clube do bebe
corre cotia
palavra cantada
tpm


Jabá dos Maridos
Ki-Aikidô
Massive Reggae


Foto das Motherns
Márcia Charnizon


Blog Design
Laura Guimarães


Programação
Giuliana Xavier


Arquivos


ATOM FEED



This page is powered by Blogger.
 

31.1.07:::
 

As duas assistindo desenho da TV:

A mais velha:
_ Vai, Tom! Vai, Tom!

A mais nova:
_Je-rry! Je-rry!

Qualquer semelhança com a vida real não é mera coincidência.

: : Laura : :


1:53 PM

15.1.07:::
 

Alice(6) conversando com a filhinha da babá:
- Lara, o que você vai querer ser quando crescer?

Lara(2):
- Eu vô querê sê Barbie!

:-)

: : Ju : :


2:06 PM

12.1.07:::
 

Linkania

Ela já tinha um blog ótimo, mas depois que a Joana nasceu ele está simplesmente de.li.ci.o.so.

: : Ju : :


2:08 PM

 

Filosofia de banca

Li em uma revista:

"Ser mãe é a arte de tornar-se desnecessária."

Achei pura sabedoria.

: : Ju : :


1:44 PM

3.1.07:::
 

Disseram que eu voltei espiritualizada.
(Ou: Duas conversas sobre deus e afins.)


1. De madrugada, no MSN, com a minha personal-sociologist:

Mary W. says:
a ciência é o sistema perfeito prum mundo como o nosso.
Ju says:
nossa, eu tô com uma birra de ciência que cê nem sabe.
Mary W. says:
nao fique. ela é tudo.
Ju says:
eu nasci na época errada, eu quero a volta dos mitos
Ju says:
a ciência tira a poesia
Mary W. says:
não tira não
Mary W. says:
agora milagre não é com a gente mesmo.
Ju says:
pois é. tá na hora de usar a ciência, sim, mas também de dar espaço pros milagres voltarem a acontecer, isso que eu penso.
Ju says:
porque cientificamente eles não acontecem MESMO.
Mary W. says:
ah. a gente já sabe por que os milagres acontecem. sinto muito.
Mary W. says:
nao queria te contar que 1) não são milagres; 2) deus não existe
Ju says:
hahahahahahaha
Ju says:
Deus total existe, eu já te falei isso. Você só não tá associando o nome à pessoa.
Mary W. says:
hahahahahahhahaha
Mary W. says:
vou chamar uns cientistas amigos meus pra fazer lobotomia em você. única solução que eu vejo.


2. De noite, na cama, com a Alice:

Eu:
Sabe, filha, eu imagino que as pessoas, antes de nascer, sabem tudo. Depois que nascem é que elas esquecem. E elas vêm aqui é pra aprender mais umas com as outras. O motivo principal é aprender.

Alice:
Aprender?!!! Mãe, elas vêm é pra esquecer. Vêm é pra relaxar a cabeça!

: : Ju : :

(PS. Desse jeito vou acabar me desconvertendo.)


12:43 PM

2.1.07:::
 

Vamos fugir, babe...
(Ou Um post de recomeço.)


E aí tem a moça ali do lado, falando que criar filhos é uma tarefa com prazo de validade, ou algo assim, e que ela tem saudades do mar. Eu tenho saudades dela e das nossas conversas. E penso na distância disso tudo, penso nos meus planos B, na Alice também fazendo os planinhos lá dela com a prima e que daqui só ouço as risadinhas felizes das duas. Penso na minha própria felicidade, e na idade que já tenho e que dói só um pouquinho. Penso na gente crescendo e em tantas mudanças. Penso em assuntos tão diferentes do que esperam de mim! (Talvez daí a ausência). Penso em montanhas no meio do caminho e em planos de fuga. Penso naquela socióloga que eu gosto (tanto que acho que ela nem sabe o quanto) e no moço que escreve tão bem e eu nem conheço (e também nem sabe de mim). Passeio por trechos de vidas pulsando em pixels. Penso na amiga querida que tá viajando, no livro que ela me deu e inaugurou uma fase, no outro, escrito por uma colega de quem nunca me aproximei tanto e que eu achei tão, mas tão bonito e nem contei isso pra ela ainda. Penso na garota indie e alegre e tão jovem da janela do messenger, no menino da festa, que eu nunca mais vi, na moça desvairada e seus escritos que eu nunca mais li, nas amigas perdidas aí pela rede e pelo meu pouco cuidado, no amor que envelhece ao meu lado. E nem sei se penso mais em ter mais filhos. Penso em nós três sozinhos de branco, quase ontem mesmo - quase tão perfeito - tão felizes com tão pouco. E foi assim que começou 2007.

Que seja bom pra você também.

: : Ju : :


8:38 PM